Inteligência Emocional - 12/04/2021 - 08:56

O que é a Psicanálise integrativa?

O que é a Psicanálise integrativa?

A Psicanálise integrativa é uma psicoterapia apoiada por outros tratamentos complementares. A ideia é integrar o máximo de elementos que possam ajudar o cliente a obter as respostas que procura. 

Dessa forma, a revitalização da Psicanálise comum proporciona dinâmicas de trabalho que expandem a atuação do tratamento.

O intuito dessa psicoterapia é ofertar mais de um caminho para que o cliente caminhe. Muitos não se adequam inicialmente à forma que a Psicanálise funciona por não compreenderem a sua totalidade. Essa falta de conhecimento impede que ele crie permissão para que a psicoterapia aja de forma eficaz nele.

Dessa forma, quando se destrincha a dinâmica principal em peças que este entende, tudo fica mais fácil. Aliás, cada um de nós carrega uma certa preferência de como quer ser avaliado e tratado. Quando se conhece a psicoterapia integrativa, você se permite olhar de várias formas a fim de chegar num lugar comum.

Para que serve?

A Psicanalise integrativa serve para que nós busquemos nós mesmos. Nesse caminho, nos permitimos aprender a nossa própria natureza a fim de cultivar uma sabedoria pessoal. É com essa estrada que entenderemos os motivos de determinados objetos nos afetar da forma que fazem.

Para os mais céticos, pensem em uma abordagem mais acessível às questões que carregam. A ideia não é alimentar as dúvidas que já te sufocam, nada disso. Porém, destrancar cada uma de acordo com a demanda se mostra a solução perfeita ao problema. Se uma perspectiva não funciona, pode se valer de outra tranquilamente na mesma sessão.

Com isso, trabalhar empecilhos pessoais passou a fugir de uma visão e mãos mais ortodoxas. Cada cliente tem acesso a um leque informacional que possibilita uma reflexão plena sobre si mesmo. Ademais, este vai trabalhar com a abordagem que mais lhe for conveniente e confortável.

Benefícios

Por conta da forma que é composta, a Psicanálise integrativa costuma trazer excelentes resultados aos clientes. Graças a ela, eles podem modelar objetivos quanto a si mesmo, minimizando problemas ou maximizando qualidades. Com isso, os resultados, em geral, são esclarecedores, mostrando o que estava escondido. Assim, fica fácil olhar para:

    • Autoestima: Por conta da forma que nos enxergamos, acabamos esquecendo de nos valorizar como deveríamos. A pressão externa que nós sofremos acabam por nos obrigar a sermos auto negligentes. Com a intervenção da psicoterapia, aprendemos a olhar para dentro antes de qualquer coisa e relembrar o valor que carregamos.

    • Traumas: Infelizmente, nem todos podem ter uma vida plena por causa dos traumas que carregam. Graças a eles, demonstram um medo sufocante de se entregarem a algo que tanto queriam. Assim que a Psicanálise integrativa entra em ação, cada um é revisto na fonte e trabalhado ao seu tempo. Gradativamente, cada amarra é desfeita.

    • Segurança: Com a autoestima restaurada, é hora de pôr em prática tudo aquilo que você tem vontade. Como confiança em si mesmo agora, é perfeitamente capaz de realizar tudo o que está à mão. Porém, cuidado para que isso não se torne arrogância. Você é tão importante e capaz quanto qualquer pessoa e sempre pode aprender mais.

O que encontrar na Psicanálise integrativa?

Como trabalhado durante todo o texto, a Psicanálise integrativa é um compilado de diversas abordagens psicoterapêuticas. Dessa forma, você pode encontrar a que mais lhe deixa confortável ao momento que vive. Isso também depende da sua receptividade ao tratamento e ao que procura. Durante a sessão, pode entrar em contato com:

    • Terapias naturais: Usando elementos dados pela própria natureza, a terapia natural estabelece um caminho de purificação em seu corpo. Esse processo se assemelha bastante com a homeopatia, entregando os próprios ingredientes que causam o mal para achar a cura. Além do mais, isso proporciona segurança, já que esse método não dá sequelas ao corpo.

    • Cura espiritual: A ideia é promover a paz de espírito com o intuito de aliviar quaisquer sintomas não físicos. Os tormentos mentais costumam trazer grande sofrimento a quem os porta. Quando se vale desse tipo de terapia, cada um pode ser amenizado e até diluído.

    • Baralho cigano: De forma interpretativa, o baralho consegue propor direcionamentos a quem os utiliza. A ideia é fazer uma reflexão do seu passado, estudo do presente e projeção ao futuro. Ainda que desconfie deste, com certeza tirará alguma lição positiva sobre.

A psicoterapia promove uma busca profunda e pluralizada em nossas próprias raízes. Assim que passamos a integrá-la em nossa vida, obtemos a clareza que tanto necessitamos.
Cabe ressaltar que, assim como qualquer tratamento, sua permissão a ele é fundamental para que surta efeito. Muitas pessoas se opõem à psicoterapia por desconhecimento de como ela funciona. Caso nunca tenha entrando em uma sessão terapêutica, se permita a ela. Somente assim saberá o que pode colher.

Com isso, te convido a ingressar e aprender mais sobre o que a psicoterapia pode fazer por você.


Gostou do que leu?
Nós avisaremos quando sair mais.

Tags e referências:

Talvez você também goste:

No caminho de seu desenvolvimento está o seu propósito!

No caminho de seu desenvolvimento está o seu propósito!

VOCÊ SABE O QUE É O LUTO NÃO RECONHECIDO?

VOCÊ SABE O QUE É O LUTO NÃO RECONHECIDO?

Para que serve o Reiki?

Para que serve o Reiki?